Santo do dia

Consagração da Basílica de Santa Maria

05 de Agosto de 2018

Monumentos de devoção mariana, em Roma, são aquelas estupendas igrejas, construídas em grande parte no mesmo lugar onde existiam templos pagãos. A maior de todas, como o próprio nome o diz é Santa Maria Maior.

Narra uma tardia lenda que Nossa Senhora, aparecendo na mesma noite de 5 de agosto 352 ao papa Libério e a um patrício romano, teria convidado a ambos a construírem uma igreja onde de manhã encontrassem neve. Na manhã de 6 de agosto uma prodigiosa nevada, cobrindo a área exata do edifício, teria confirmado a visão, convencendo o papa e o rico patrício a porem mãos à obra na construção do primeiro grande santuário mariano, que recebeu o nome de Santa Maria das Neves. Pouco menos de um século depois, o papa Sisto III, para recordar a celebração do Concílio de Éfeso (431) no qual era proclamada a maternidade divina de Maria, reconstruiu a igreja nas dimensões atuais. A basílica foi também denominada Santa Maria do Presépio, já antes do século VI, quando aí foram levadas as tábuas de uma antiga manjedoura, que a devoção popular identificou como a que acolheu o Menino Jesus na gruta de Belém.

Santa Maria, rogai por nós!