29.12.2021

Como viver a vida missionária sem desanimar?

Podemos usar diversas definições para explicar o que é ser um missionário. Para a reflexão que propomos neste texto, vamos compreender missionário como aquele que anuncia o Evangelho e se doa na edificação do Reino do Pai Celestial. O missionário testemunha a fé que nos foi dada por Jesus Cristo, essa fé que convoca a todos para crerem que Jesus é o Filho de Deus. 

O que é o missionário se não um enviado por Deus?

João 3,16 diz: “Porque Deus tanto amou o mundo que deu seu único filho para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Não podemos explicar o que é ser missionário sem compreender a essência de uma vida entregue à missão, e temos em Jesus Cristo o nosso maior exemplo. João 3,16 apresenta a confirmação de que Jesus Cristo foi o primeiro missionário do Novo Testamento. Ele deixou a glória que tinha ao lado de seu Pai para tornar-se homem. “Porquanto, Deus enviou o seu filho” (Jo 3,16).

Para compreender a vida missionária, é preciso ter em mente que fazer missão não é uma opção, escolha ou recomendação, mas sim um mandamento bíblico, uma ordem de Deus para o Seu povo. Em Marcos 16,15 lemos essa confirmação: Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas.

Portanto, Deus convida a todos para serem mensageiros da Verdade, eu e você já nascemos com essa missão de sair ao mundo pregando o Evangelho a todas as criaturas. Contudo, é comum que busquemos ou até fiquemos no aguardo de um sinal ou revelações de como seguir a vida missionária. No artigo “Vocação: Como compreender a vontade de Deus”, apresentamos orientações para ajudar a compreender como a vontade de Deus se manifesta, e formas de buscarmos o discernimento vocacional. Caso você se identifique com esse sentimento, vale a pena recorrer a essas dicas. 

O que faz um missionário? 

Além do propósito fundamental da missão, já discorrido acima, ser missionário é ser caridoso, entregar-se em prol da comunidade e das obras de Deus, seja dentro da sua própria família, trabalho, faculdade ou amigos. A vida missionária exige que você tenha sensibilidade para falar de Deus por meio de palavras sábias e suas próprias experiências de encontro pessoal com Deus e Jesus Cristo, comprovando que Ele nunca nos abandona e levando fé e esperança por onde passar. 

Assim como em toda prática que executamos, na vida missionária também encontramos grandes desafios. É primordial reconhecermos que somos humanos, e como homens e mulheres, temos nossas fraquezas e limites.

Às vezes, quando nos afastamos de Jesus Cristo, as dificuldades desestimulam e podem nos levar para outros caminhos. Recorrer à oração é o exercício mais eficaz para não desanimar na jornada, afinal, a oração é o nosso elo de meditação e conexão com Deus, é nela que encontraremos respostas e forças para persistir na jornada. 

Por isso é tão importante que entendamos a necessidade de viver a missão, antes de ir à missão. Ser igreja, antes de ir à igreja. Precisamos ter, em nossos corações e viver intensamente, em todas as esferas, os princípios de uma vida missionária, até que seja algo inseparável do nosso ser, até que não consigamos distinguir o eu missionário do eu humano.