Santo do dia

São Bento

11 de Julho de 2018

Em 1964, Paulo VI declarou São Bento padroeiro principal da Europa, tributando, desse modo, um justo reconhecimento ao santo a quem a civilização européia deve muito, senão tudo.
Homem amante das coisas concretas e claras, Bento resumia sua famosa Regra num lema eficaz: “Ora e trabalha”. A sua Regra compreende 73 capítulos que indicam aos monges, com precisão, e num tom benevolente, a melhor maneira para rezar, viver em conjunto e conformar-se ao Evangelho.

A regra de São Bento é praticamente a base da cultura e civilização do Ocidente. São Gregório Magno nos informa que Bento, jovem patrício de uma família famosa da Itália, foi enviado a Roma para que aprendesse retórica e filosofia. Desiludido da vida que aí se vivia, abandonou a cidade para retirar-se e dedicar-se ao estudo e oração; escondeu-se numa gruta de Subiaco e levou uma vida de rigorosa disciplina ascética.

Com um grupo de jovens, entre os quais Plácido e Mauro, escolheu sua morada no sopé da Montanha de Cassino, onde edificou o primeiro mosteiro. O emblema monástico, a cruz e o arado, tornou-se a expressão deste novo modo de conceber a ascese cristã – oração e trabalho – para edificar espiritual e materialmente a nova sociedade, sobre as ruínas do mundo romano.

São Bento, rogai por nós!