Santo do dia

Santo Inácio de Loyola

31 de Julho de 2018

A hagiografia dos séculos passados tem frequentemente deformado o retrato de Iñigo Lopez de Loyola, nascido em Azpzitia/Espanha em 1491, morto em Roma 1556, para adaptá-lo segundo as circunstâncias à imagem militar odiada ou amada pelo fundador da Companhia de Jesus.

Último rebento de família nobre. Durante a defesa do castelo de Pamplona, sitiado pelos franceses, quebrou uma perna. Para lhe cortar a careira militar foi suficiente a leitura da Vida de Jesus e A lenda áurea, e decidiu isolar-se num recanto deserto, na Tebaida. Quando voltou de uma peregrinação à Terra Santa, completou os estudos em Barcelona, Alcalá e Paris, suscitando em toda parte simpatia e confiança. Na Espanha foi até suspeito de heresia e preso, mas escreveu: “Não existem tantos cepos e cadeias em Salamanca que eu não deseje por amor de Deus.”

Reuniu junto a si o primeiro núcleo da Companhia de Jesus, um grupo cada vez maior chamado “Soldados de Cristo”, que lutavam e se sacrificavam – sob a insígna da divisa: “Para a maior glória de Deus“. É autor do lviro “Os Exercícios Espirituais”, escrito ou melhor vivido por Santo Inácio. Retrata o segredo de sua dedicação, da sua mística, do serviço e a alegria de amar a Deus – como frequentemente repetia, misturando espanhol com italiano “ com Toto El core, com tota l´anima, com tota la voluntad = com todo o coração, com toda a alma, com toda a vontade.

Santo Inácio de Loyola, rogai por nós!