Santo do dia

Santo Antônio de Pádua

13 de Junho de 2018

O Santo mais popular do mundo, apesar de ser um grande intelectual no mais alto sentido da palavra. A ele são dedicadas mais igrejas no mundo do que a São Francisco de Assis que o chamava “meu bispo”; e o Papa Gregório IX lhe deu o título muito honroso: “Arca do Testamento”, por ser um grande estudioso da Bíblia.

Quando o jovem Antônio viu os ataúdes de cinco mártires franciscanos da África, decidiu seguir-lhe os passos e entrou na Ordem dos Frades Mendicantes de Coimbra. Durante a viagem para Marrocos, um acidente arrastou a embarcação para as costas sicilianas. Antônio foi parar num convento perto de Forli/Itália onde fazia as humildes funções de cozinheiro, até que, certo dia, na importante visita de um bispo a uma cidade próxima, ninguém teve a coragem de fazer a pregação.

Os franciscanos mandaram então o seu cozinheiro, calculando que ninguém iria criticar as palavras de um simples ignorante. Santo Antônio fez um sermão tão brilhante que, desde então, foi mandado para pregar por toda a Itália e França, especialmente nos lugares onde a heresia dos albigenses era mais forte. No ano de 1231 foi atingido, de repente, por uma doença grave e num carro de feno foi transportado para Pádua, onde faleceu a 13 de junho e, apenas um ano após a morte, foi canonizado em Pentecostes de 1232, apoiado por uma popularidade que sempre cresceria de época em época.

Santo Antônio de Pádua, rogai por nós!